top of page

❤️ O QUE O AMOR FARIA? ❤️

Pobres contra ricos, direita contra esquerda, homens contra mulheres, cristãos contra muçulmanos, brancos contra negros, conservadores contra vanguardistas, ateus contra religiosos, materialistas contra espiritualistas, o "bem" contra o "mal", "nós" contra "eles", eu contra você.

Tudo isso, meu querido, é a roda do ratinho (ou de Samsara se você preferir um termo místico) que nos deixou atordoados e girando na velha energia que nos manteve presos na inconsciência, na identificação com o sonho de separação e com a ilusão de dualidade.

A paz começa em cada um de nós em primeiro lugar. Quem sabe quem é realmente, sabe também que não tem nada a perder e por isso já não teme, por conseguinte não ataca nem se defende, pois aquilo que lhe pertence é eterno e imutável. Pôde, por fim, abaixar as armas, pois, ao final, ao que realmente estaria reagindo aquele que venceu o mundo?

E você? O quê você teme perder que não passa de uma ilusão de dualidade e separação? Esse é seu apego, esse é o pensamento de medo gerado pelo ego. Esse é seu desafio para você expandir e recobrar a consciência da sua verdadeira identidade.

O que o amor faria, meu querido?

O amor é a força que une, que atrai, que conserta, que cola, que consola, que encaixa, que preenche, que aumenta, que inclui. O medo é a força que divide, que machuca, que separa, que destrói, que diminui, que rejeita... mas aquilo que tudo aceita e perdoa não tem opostos, portanto dilui o medo mostrando que ele é apenas uma ideia, e que o amor, em verdade, não é o seu oposto, mas sim o seu remédio.

Nós somos uma força só, e ela, meu irmão, é o Amor.


Por ASSÊ.


Equipe Casuá- Campo de Estrelas ⭐


❤️ #Asse

❤️#Amor

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

⚜️ MATRIX E AS PERGUNTAS CERTAS (por Assê)

"Alguns pensam que a Matrix é o sistema (político, religioso, cultural, as mídias de massa, etc). Mas isso não é a Matrix. Isso são as programações hipnóticas e ferramentas de adormecimento para que v

🙏UMA QUESTÃO🙏

Vou deixar uma questão para ser refletida. Não estou afirmando nem negando, estou propondo pensar fora de todo e qualquer condicionamento, inclusive o "histórico", religioso ou cultural, ou seja, das

コメント


Post: Blog2 Post
bottom of page